Todos nascemos curiosos. No início, todo o corpo da criança tem uma maravilhosa curiosidade acerca de tudo. Tudo os convida… Uma folha do jardim, as sementes da fruta, uma pedrinha, o corpo do amigo… 

Por muitas infâncias… Onde olhos e mãos sejam convidados para toques simples, mais repletos de significados…

Que nunca nos faltem olhares sensíveis para lermos os desejos das infâncias…