Amamentação

O Ministério da Saúde, endossando o que diz a Organização Mundial da Saúde (OMS), preconiza que o  tempo mínimo para o aleitamento materno exclusivo seja de pelos menos até o sexto mês de idade do bebê, pois o leite materno é um alimento completo, que supre todas necessidades nutricionais do lactente nesse período. Também orienta a continuidade da amamentação até pelos menos os dois anos de idade em conjunto com alimentos complementares.

Na unidade de Educação Infantil UNIEPRE & ZOETIS, assim como em todas as unidades da UNIEPRE, incentivamos o aleitamento materno enfatizando, no momento da admissão do bebê, a importância da continuidade da amamentação. Caso seja necessário, orientamos as famílias a enviarem copo de bico de furinho para não ocasionar o desmame precoce.

A introdução dos alimentos complementares para o bebê a partir dos seis meses, e a oferta de fórmula láctea só são administradas mediante orientação e prescrição médicas. A enfermagem, em parceria com a equipe multidisciplinar, composta por pediatra, nutricionista e fonoaudióloga, modificam a rotina escolar para o total acolhimento do bebê.

A escola dispõe de um ambiente exclusivo e reservado para as mães que queiram amamentar ou realizar o aleitamento materno de seu filho durante os momentos de descanso da sua jornada de trabalho, respeitando a rotina alimentar pré-estabelecida para o bebê.

A UNIEPRE acredita no fortalecimento do vínculo entre mãe e filho. Para Pedroso e Pucinni (2008, p.45), “O vinculo mãe-filho, fundamental para o crescimento da criança, é fortalecido pela amamentação, que  proporciona grande variedade de estímulos ao recém-nascido e interações mais intensas com a mãe”, sendo fator insubstituível na formação da personalidade desse bebê.

A amamentação é um direito de toda mulher e de toda criança, que deve ser assegurado pela sociedade. É através do aleitamento materno, que despertam os mais profundos sentimentos de ligação entre mãe e filho.

Por Danielle Schreiber Chocho
ENFERMEIRA DO NÚCLEO SAÚDE UNIEPRE – UNIDADE ZOETIS

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

DE ANDRADE ALVES, Bárbara et al. Mães com aleitamento materno exclusivo em centro de educação infantil no local de trabalho. Rev. RENE; 10(3): 27-36, jul.-set. 2009.

PEDROSO, Glaura César; PUCCINI, Rosana Fiorini. Aleitamento Materno – o papel dos serviços de saúde. In: ISSLER, Hugo. O Aleitamento Materno no Contexto Atual: políticas, praticas e bases cientificas. São Paulo: SARVIER, 1999. 57p

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Política de Saúde. Organização Pan Americana da Saúde. Guia alimentar para crianças menores de dois anos / Secretaria de Políticas de Saúde, Organização Pan Americana da Saúde. – Brasília: Ministério da Saúde, 2002.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.